fbpx

Marketing de Conteúdo :Planejamento – 2º Parte

Marketing de Conteúdo :Planejamento – 2º Parte

PLANEJAMENTO DE MARKETING DE CONTEÚDO 

É importante saber que quem se compromete em produzir materiais, não é interessante o fazer de forma avulsa, sem nenhum planejamento próprio e se assim o fizer, certamente não trará bons frutos pra ninguém.  

Saber para quem está comunicando e como está comunicando é de suma importância pra definir e direcionar a quem realmente interessa. Como conversamos no post anterior, o foco do marketing de conteúdo é conseguir captar a atenção do público de interesse.  

É muito mais do que simplesmente escrever, é definir objetivos, reunir estratégias a utilizar e quais métricas avaliar. É todo o processo que vem antes de começar efetivamente a criar conteúdo de fato: a escolha de temas, de linguagem, de palavras-chave. 

Através do planejamento você consegue mensurar o resultado depois de executado, já que você deixou claro os resultados que almejava alcançar através do objetivo traçado. Vamos ver algumas coisas que não pode faltar em um panejamento?  

 

DEFINIÇÃO DE OBJETIVO 

Como saber o caminho a seguir se você não sabe onde quer chegar? Essa é a importância de definir um objetivo no primeiro passo do planejamento. Toda estratégia precisa de uma métrica específica pra alcançar o resultado.  

Como separar um objetivo? É só saber o que você quer, quer diminuir o custo da venda? Ter engajamento com a marca? A partir disso, aferir quais resultados precisa-se atingir no momento atual do seu negócio e qual objetivo irá axiliar a chegar no objetivo mais rápido.É vital que a definição do objetivo seja bem-feita  

 

DEFINIÇÃO DE PERSONAS 

O objetivo não é atrair qualquer pessoa, é atrair a pessoa certa, a pessoa de interesse, quem pode efetivamente se tornar um cliente. É por isso que o planejamento deve ser baseado no conhecimento da persona em como ajuda-la da melhor forma e como conduzi-la ao seu objetivo final. 

O conceito de persona é bem diferente do de público-alvo. O conceito de público-alvo é com base na descrição de um grupo que você procura atingir, a persona é uma descrição semi-fictícia do seu cliente ideal, daquele que você busca quando se inseriu no mercado.  

Dá-se o nome de semi fictícia porque elas, de certa forma, existem. Esse perfil é traçado a a partir de entrevistas com clientes que seriam os “ideais” para a marca, a intenção é que a partir desses perfis, seja repetido em futuros clientes. 

A persona é mais objetiva, detelhada e possibilita a construção de ações mais assertivas de como conduzir o objetivo e de como produzir o conteúdo direcionado.  

 

FUNIL DE VENDAS E CONTEÚDO 

Não é uma figurinha nova, é utilizado há bastante tempo pelos profissionais de comunicação e marketing. É uma ilustração do processo de vendas que guia do primeiro contato até a efetivação de venda.  

O nome é dado como funil porque no inicio existe muito volume de informação, pouca é filtrada, mas no fim, resta apenas o que interessa para o desenvolvimento da marca. Nesse método é interessante observar que muitos dos clientes que chegam a você se dissipam e apenas uma parcela se tornam clientes.  

 

CANAIS 

O melhor canal é o que a sua persona está. Se você está conversando com usuários de instagram, não seria uma boa ideia colocar suas informações no Facebook não é? Essa comunicação não estaria sendo efetiva.  

É importante também ter em mente que a escolha do canal é aquele que você pode se dedicar, aplicar suas estratégicas da melhor forma e assim, atingir o objetivo traçado lá no passo 1 do planejamento.  

 

EXECUÇÃO 

É a fase de colocar a mão na massa, de se ater ao planejamento e de tudo que foi definido anteriormente.  


Paixão pela arte chamada "Inovação".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de ajuda?